Início > SAÚDE & BEM ESTAR > Batata Doce: o carboidrato TOP!

Batata Doce: o carboidrato TOP!
Print Friendly

9 de janeiro de 2014 1:40

Oii Fitters!!

Quem escreveu o post de hoje foi a primeira colaboradora do blog!!!
Vou fazer uma breve introdução para todos se conhecerem…

A Dra. Thaisa Albanesi Santos é médica com Pós em Anti-Anting, Esportista e Nutrologia nos EUA!! Atualmente ela mora no Brasil e é responsável pelo Wellness and Health Center do Buddha Spa – São Paulo.
Ela contribuirá com dicas voltadas à Bem Estar & Saúde e isso tem tudo a ver com o blog!! ;) Não basta sabermos fazer comidinhas fit, temos que entender porquê elas fazem bem para o nosso corpo!
Eu realmente acho isso fascinante!! Já apreendi muito com a Thaisa e continuo apreendendo a cada dia. Ela consegue explicar informações técnica sobre os alimentos, por exemplo, de uma forma tão simples!! Juro!!! É só ler pra entender!!! ;)

Vamos lá…

A escolha do primeiro alimento não poderia ter sido diferente! A BATATA DOCE é a queridinha de todos que buscam uma alimentação e estilo de vida saudável!! E ela não tem essa fama à toa…

Feira em Dallas, EUA – Dra. Thaisa A.S.

Os principais benefícios:

  • Sacietogênica: Estimula a saciedade precoce pela grande quantidade de fibras.

  • Acelera o metabolismo: Ação de poucos carboidratos, porém ainda por mecanismos não tão esclarecidos, este tubérculo faz com que usemos a gordura como fonte de energia. Obs: Antes de competições de fisiculturismo, é o principal carboidrato utilizado em atletas para “secar”.


  • Anti-Inflamatória: Rica em vitamina C, A, Manganês e Beta-Criptocantina, ajuda no controle e combate de doenças inflamatórias como Artrite e Gastrites.


  • Melhora Humor: Contém vitaminas B6 e D, fundamentais para a estabilização do humor e combate a sintomas depressivos.


  • Melhora perfil de açúcar no sangue: Devido à carotenóides e outros anti-oxidantes, diminui os níveis de glicose circulantes, ajudando a controlar a resistência insulínica.


  • Aumenta brilho da pele e cabelos: Cheia de antioxidantes, vitaminas C e E, auxiliam na manutenção do viço e força da pele e dos cabelos.


  • Previne Anemia: Rica em Ferro, ajuda na formação dos glóbulos vermelhos.

Agora é só usar a criatividade e incluir de vez este nutriente no dia-a-dia!

Dra. Thaisa Albanesi Santos
Para mais dicas e informações:
Instagram (@wellness_and_healthcenter)
Email: dra.thaisa@buddhaspa.com.br

Fit Food Ideas Por : Fit Food Ideas
Categoria: SAÚDE & BEM ESTAR
Tags :

(3) Comentários

3 Comentários

    1. Oiii!!!
      Perguntei para a Dra. Thaisa e ela me disse que dos tipos que temos para vender no Brasil todas tem propriedades nutricionais muito semelhantes, sendo assim qualquer uma delas é uma excelente opção!
      Veja a reposta completa da Dra.:
      “No Brasil existem 4 tipos de Batata Doce, e que são classificadas de acordo com a sua coloração: a Branca, que tem a polpa um pouco mais seca e menos doce; a Branca-Amarela (é a mais comum aqui na região sudeste), parecida com a anterior porém mais adocicada; a Roxa, que é bem doce, sendo a predileta para o preparo de doces; a Abóbora-arroxeada, conhecida no norte como “coração-magoado” que internamente tem esta coloração também. Todas tem propriedades muito semelhantes em termos de vitaminas e carga glicêmica, assim como em nutrientes em geral, tornando qualquer uma delas uma ótima opção, cada 100 gr de batata doce fornece: 116 calorias; 1,16 gr de proteínas; 30,10 gr de carboidratos e 0,32 gr de lipídeos. Então, para uma pessoa que mora aqui no Brasil, qualquer batata-doce terá propriedades semelhantes, a escolha vai do sabor e disponibilidade. ;)

      Ps: Nos EUA há outros tipos que não temos aqui, mas que também mudam pouco suas propriedades, em geral são beeem mais doces e tem mais carbo!”

      beeijos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>